Tarte de Leite Condensado com Amendoa e Limao

Devem ter notado a minha ausência no final da semana passada mas precisei de fazer uma pausa, arejar as minhas ideias para recomeçar revigorada 🙂
Quando era pequena costumava passar uma grande temporada das férias de verão em casa dos meus avós maternos na aldeia, com imenso espaço para brincar, muita liberdade para correr e saltar à vontade e muitos amiguinhos da minha idade com quem brincar… Os meus avós tinham horta e galinhas e eu adorava ir por os pés na terra, andar de tractor com o meu avó, ir apanhar amoras e encher-me de arranhões… Apanhar ameixas no quintal lá de casa e sentar-me no fundo das escadas a comê-las logo! Ir à capoeira buscar ovos e inventar receitas de bolos (que invariavelmente tinham muito pouco açúcar!!) e biscoitos que depois obrigava os meus avós a comer!
Os meus avós faziam-me as vontades (quase) todas, mas sem nunca estragar a educação que tinha 🙂 aliás, se havia pessoa de regras era o meu avô! Mas tenho que confessar que a minha avó me deixava comer leite condensado à colher… Sem a minha mãe saber!
E esta receita é uma homenagem ao meu avô, que já partiu e de quem tenho imensas saudades, e à minha avó que com os seus 88 anos continua a mimar-me à sua maneira 🙂

Tarte de Leite Condensado com Amêndoa e Limão
Adaptado de 7gramas de ternura

Ingredientes
1 rolo de massa quebrada
1 lata de leite condensado cozido
6 ovos
50 ml de leite
80 g de amêndoa laminada
Raspa de 1 limão

Preparação
Estender a massa quebrada na forma. Costumo utilizar o papel da massa para forrar a tarteira.
Separar as gemas das claras. Bater as claras em castelo e reservar.
Bater muito bem as gemas com o leite condensado. Adicionar o leite, a raspa de limão e a amêndoa e combinar tudo.
Juntar as claras em castelo e envolver cuidadosamente para não partir as claras.
Deitar este preparado sobre a massa quebrada e levar a forno a 190 º C durante 25 minutos ou até o palito sair seco.

partilha
tweet
pin
envia
email

40 respostas

  1. Cuca,que tarte cremosa!.Tem uma textura suave e uma cor rica,muito linda.E pelos vistos não acrescentaste açúcar.é simplesmente deliciosa!
    bjs,violeta

  2. Cuquinha que bela homenagem, ai as avós elas nos mimam muito mesmo né rsrs, esta tarta deve ser uma delícia, o aspecto está maravilhosos, bjs !!!

  3. Cuca,
    uma receita cheia de boa lembranças só pode ter ficado
    uma delícia, bela tarte!
    Eu tbm amava passar férias na casa dos meus avós, pena que
    já partiram.

    Bjs

  4. Sim Cuca, eu notei a tua ausência…
    Até porque sei que não falhas… por isso algo se passava e as pausas são por vezes necessárias para que depois voltemos revigoradas e com mais energia para estarmos em todo o nosso esplendor ! 🙂

    O avô, esteja onde estiver, vai sorrir e vai acenar-te um miminho em troca desta bonita dedicatória que lhe fizeste ! 🙂
    E concerteza que a Avó também ficará muito contente ao ver estas delicias que a netinha faz e com que brilha ! 🙂

    Linda a tarte, receita gulosa e irresistível !

    Beijinhos grandes*

    Isabel

  5. Cuca, welcome back, rapariga! 🙂 Por acaso já me tinha perguntado se teria acontecido alguma coisa. E aconteceu, mas uma coisa boa: mini férias! 😀 E aconteceu também essa tarte, outra coisa tão boa…
    Beijinhos

  6. Olá Cuca,

    As pausas são necessárias em qualquer situação e cenário. Com as pausas respiramos fundo e analissamos os momentos passados 🙂

    As minhas filhas passam por momentos similares, têm a sorte de ter este contacto com a terra, que é tão importante.

    São os bons momentos que ficam para sempre …

    Uma fatia para mim 😉

    beijocas
    Paula

  7. Que tarte tão maravilhosa 😀 Deve ser uma delícia 😀

    Beijinhos e tem um bom resto de dia 😀

  8. Que linda sua tarte Cuca, adorei seu texto, me fez recordar a minha infância também, tempos bons em que éramos tão mimados por nossos avós, tempos de correr, brincar, se sujar, tempos de doçura e inocência e que infelizmente nossos filhos não podem ter, pois a violência está grande lá fora. Uma pena. Adorei sua tarte, deliciosa com certeza. Beijinhos

  9. Os avós são assim mesmo e deixam sempre muitas saudades.
    Esta tarte está bem gulosa e com um aspecto delicioso o seu interior é maravilhoso.

    Beijinhos

  10. Uma homenagem e uma receita maravilhosas…
    É tão bom parar e regressar às origens.
    E também é bom sentirmos saudades, pois é sinal que que vivemos coisas boas….

    Beijinhos

  11. É óptimo comer leite condensado às colheres, não é? 🙂
    Acho que a tua avó ia adorar a tarte! Está com um aspecto maravilhoso Carol!
    Adoro leite condensado, amêndoas e sabores cítricos daí esta tarte a meu ver ser perfeita!
    Um beijinho

  12. Eu apesar de ausente também notei a tua falta (de vez em quando venho ver aqui as actualizações). Como te compreendo, sem dúvida que as pausas são necessárias em prol de um bem maior! mas vejo que voltaste cheia de garra e com uma linda e deliciosa homenagem! Espero que te sintas bem e confiante para continuares a mostrar as tuas delicias :))
    A tarte está perfeita!! Posso servir-me de uma fatia? Acho que a tua avó não se importa 😉

    beijinhos

  13. Cuquinha querida, tb fiquei ausente por causa da minha internet.
    Valeu a pena teu descanso, pois na volta vc já trouxe uma torta deliciosa…
    Carinho dos avós é diferente do carinho dos pais, parece mais doce né?

    Bjsssssssss amiga

  14. Ai Cuca esse seu relato passou um filme da minha infância, bem parecido por sinal. As pernas viviam arranhadas catando amoras 🙂
    Essa torta deve ser bem gostosa hein? Está com uma textura maravilhosa =)
    Beijocas

  15. Cuca,
    esta tarte está um pouco light, não achas? 🙂 leite condensado às colheres? quem diria!! vou revelar-te aqui um segredo, eu ainda hoje como leite condensado às colheradas, mas às escondidas dos filhotes, senão chamam-me gulosa e isso eu não sou 🙂
    Adorei esta tarte, tem tudo o que eu gosto
    Bjns
    Isabel

  16. Olá Cuca !
    Deliciosa tarte e bonita dedicatória aos avós.
    Também confesso que adoro comer leite condensado às colheres !!!
    Muitos beijinhos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para garantir que obtém a melhor experiência no nosso site. Ao continuar a navegar neste site, está a aceitar o uso de cookies para os fins acima mencionados.